Cantinho do Pirralho

Quem é a Enchantress? [Especial Suicide Squad - o Guia]

julho 27, 2016

 


   A personagem que se tornaria conhecida como Enchantress foi criada por Bob Haney e Howard Purcell, fazendo a sua estreia em Strange Adventures #187, corria o ano de 1966.

   June Moone, uma artista freelance, veria a sua essência fundida à de uma poderosa bruxa, a Enchantress, durante a sua deslocação a um estranho castelo com um nome bastante caricato...Terror Castle.

   O responsável por esta fusão, o demónio benevolente Dzamor, visava tornar Moone no seu avatar de Justiça. Para aceder aos seus poderes e fazer a troca de personalidade, bastava a Moone dizer "Enchantress" e vice-versa, quando quisesse voltar ao normal. Inicialmente, tudo irá correr bem, com a Enchantress a obliterar monstros perigosos, contudo tudo iria mudar após um fatidico encontro com a Supergirl nas páginas de The Superman Family #204-205.


   Enchantress tornar-se-ia uma personagem mais malévola e dominante, com a pobre June Moone a ser uma prisioneira dentro do seu próprio corpo, incapaz de combater a persona mais forte da bruxa. Juntando-se aos Forgotten Villains, Enchantress faria parte do exército de vilões que tomaria de assalto as Terras sobreviventes à primeira vinda do Anti-Monitor.


   Após os eventos da Crisis, June iria integrar a equipa original do Suicide Squad, confiante que Amanda Waller lhe iria solucionar o seu problema de controlo. 

   A verdade é que a cada missão a Enchantress ficava mais forte e incontrolável, com Deadshot a estar mesmo destacado para a eliminar se necessário. Um amuleto e um anel, de natureza mágica, são usados durante algum tempo para permitir a Moone deter algum grau de controlo sobre a sua contraparte mais maligna, contudo, será durante uma missão à dimensão das sombras que Moone descobre a verdadeira natureza por detrás de Enchantress.

   A "bruxa" era na realidade uma entidade demoníaca de extremo poder, a Succubus, que Dzamor pretendia usar para o bem. A sua contraparte masculina, o Incubus, que possuia o corpo do irmão perdido de Nightshade (companheira de Enchantress no Suicide Squad), extraiu a Succubus do corpo de Moone e fundiu-a com a sua irmã. 


   O tormento de Moone finalmente tinha terminado, com Nightshade a deter agora a Enchantress dentro de si. Contudo, os anos a usar o poder de Enchantress tinham deixado Moone viciada no mesmo, pelo que a jovem vai tentar recuperá-lo, chegando mesmo a atentar contra a vida de Nightshade em Suicide Squad # 21, vol 1, em 1988.

   June desapareceria depois disso, acabando institucionalizada no Ostrander Mental Institute, em Nova Jersey. A persona da Enchantress, entretanto separada de Nightshade, estava a ser usada por Deadman para combater as forças do Inferno em Day of Judgment. 


   Eventualmente, Enchantress e Moone vão ser unidas pelo místico Faust, criando uma terceira entidade, a Soulsinger. Quando esta última desapareceu, Moone e Enchantress viram-se realmente integradas pela primeira vez, juntando ao grupo de místicos heróicos do Shadowpact durante algum tempo.


   A chegado do New 52 seria sinónimo de nova tragédia para June Moone que, uma vez mais, perderia controlo sobre uma novamente malévola Enchantress, a qual nesta nova realidade deambulava separada de Moone. 

   O poder da criatura era de tal maneira grande que ela consegiu vencer a Justice League sem grande esforço, levando à Madam Xanadu a recrutar místicos poderosos para a parar. Será depois Constantine a conseguir unificar Moone e a Enchantress, acabando efectivamente com a ameaça.


   É tudo acerca da Enchantress, não se esqueçam de ir  a http://culturaeartepop.blogspot.pt/ na próxima segunda para descobrir quem são El Diablo e Slipknot. 


Também podes gostar de:

0 comentários

Muito obrigada pelo comentário! Tentarei responder em breve se houver alguma questão premente. ^-^

Beijinhos,
Pirralha