Cabelo

Odisseia Capilar - Parte 4

setembro 05, 2014


    Enquanto me estava a livrar das manchas e a nutrir o cabelo, como vos contei no post anterior desta Odisseia Capilar, decidi comprar uma tesoura de desbaste dupla na Carlos Santos. A minha cabeleireira emigrou e eu, não querendo andar em toda uma saga à procura de alguém novo em quem confiar o meu cabelo, decidi tomar o assunto pelas minhas próprias mãos. 

    Já o pintava e agora já o corto. 

    Em dois desbastes já fiz o preço da tesoura render. Agora é só lucro, por assim dizer. Isto, claro, só é possível uma vez que estou a manter o tipo de corte pixie com que a minha ex-cabeleireira me deixou. Como o meu cabelo cresce muito rápido e é volumoso vou-lhe tirando o volume à medida que ele aparece com essa tesoura mágica! :D


    Depois no LIDL encontrei uma máquina de cortar cabelo a praticamente 20euros, com um kit completo de aparadores de vários tamanhos, tesoura, pente, plástico protector, material de limpeza, carregador, etc. Uma pechincha e perfeito para me ajudar a manter o meu tipo de corte, que é um pixie cut com undercut nos lados e atrás. E pronto, com apenas uma utilização já fiz a render também.

    Entretanto as minhas amigas têm acompanhado a minha Odisseia Capilar e uma pediu-me para lhe desbastar o cabelo com a minha tesoura mágica, coisa que já fiz e correu bem. Apeteceu-me tanto ter uma daquelas cadeiras altas de salão e um daqueles carrinhos de apoio altos também – dão um jeitaço!

    Outra amiga pediu-me para lhe pintar o cabelo de roxo! Já me aconselhei na Suzy Petros, que vende umas tintas fantasia que são um must, e vou aventurar-me nisso lá para fins de Setembro. Na Suzy Petros até já me perguntaram porque é que eu não faço um curso de cabeleireira, se gosto tanto destas coisas...

    Tem piada, respondi-lhes, porque em criança queria ser cabeleireira, mas cedo me incutiram o desejo de tirar uma licenciatura noutra coisa, e essa vontade que tenho desde pequena foi ficando de lado, apenas como “maluqueiras que faço de vez em quando”.

    E agora, vendo o custo de um curso desses, e tendo já feito gastar tanto dinheiro à minha família por causa da universidade para depois estar desempregada nem tenho coragem de lhes pedir que me apoiem nisso. 

    Vou amealhando o pouco que faço e assim que tenha um pé de meia decente logo vejo o que acontece. Se retorno à faculdade e termino o mestrado ou se me viro para o cabelo, que se calhar era o que devia ter feito logo no 12º, que isto de ter um canudo já não é garantia para emprego, e ter a licenciatura só me tem feito ver trabalho recusado pois ninguém quer pagar mais por uma licenciada. É que nem para uma entrevista sou chamada, caraça! 


    Enfim, desculpem o desabafo.. :x

Também podes gostar de:

3 comentários

  1. Sei bem o que sentes... acabei agora a minha licenciatura e tbm tou a ver o caso mal parado....
    Essa tesoura de desbaste deve ser um máximo, pena n ter jeito nenhum para cortar e arranjar o meu próprio cabelo :/

    ResponderEliminar
  2. Tenho uma tesoura dessas cá em casa e é óptima.
    Se gostas tanto força nisso e inscreve-te num curso de cabeleireira ;)
    Em pouco tempo rentabilizas o gasto que tiveste.

    ResponderEliminar
  3. pois...se calhar devias virar cabeleireira mesmo, que isso de mandar um pixie em casa parece coisa para uma mulher de coragem xD

    http://tehteh25.blogspot.com

    xoxo

    ResponderEliminar

Muito obrigada pelo comentário! Tentarei responder em breve se houver alguma questão premente. ^-^

Beijinhos,
Pirralha