Cabelo

O (meu) cabelo é que paaaaaga...

março 25, 2014


Como vos tinha dito na minha TAG Liebster Award foi um post da Nádia que encontrei aquando duma busca no google sobre pintar o cabelo em casa o empurrão final para ganhar coragem de o fazer também. Já andava a pintar o cabelo de vermelho na cabeleireira há uns meses, mas mal notava alguma mudança de cor nele pois tinha optado por não o descolorar para não estragar o meu cabelo.

A coisa estava a começar a pesar na minha carteira de desempregada, no entanto. Assim, decidi aproveitar que a Carlos Santos estava com uma promoção de 50% nas suas tintas Karisa e comprei logo uma data delas do tom vermelho mais claro que encontrei, na esperança de que aclarasse e avermelhasse ainda mais o meu cabelo que de si é praticamente preto.

Resultou.

Comecei a ver alguns resultados. Ainda assim queria um vermelho mais intenso.

De novo dirigi-me à Carlos Santos e quem me atendeu deu-me uma dica para o aclarar sem descolorar a 100%: misturar o pó descolorante com oxidante (uso o vol.30) e um pouco de champô e lavar o cabelo com essa mistura e deixar repousar uns 10/15 minutos.
A dica continha ainda o seguinte aviso: não deixar o cabelo chegar ao amarelo, mas... Como é que uma pessoa inexperiente vê isso?. Portanto, como devem estar a adivinhar assim que o fiz fiquei loira-amarela! Oops!

Entrei em pânico, imaginam.
Queria o cabelo claro, mas não tão claro assim e muito menos amarelo. Logo de seguida apliquei a minha tinta do costume e ficou laranja tipo pêssego. Oh-oh... Queria o cabelo vermelho, não laranja!

Isto aconteceu por causa de duas coisas:

Ooops!

1: deixei a mistura aclaradora tempo demais e o cabelo foi para o amarelo, coisa que podia ter cortado com pigmento azul, pelo que me disseram entretanto;
2: a tinta vermelha que tinha comprado aos montes era um vermelho intenso louro acobreado; ou seja, se uma pessoa tiver o cabelo muito claro, como eu tinha naquele momento a cor ia para o louro acobreado em vez de vermelho cobre que era o que acontecia no meu cabelo antes de o aclarar.


Daí prossegui para outras tintas vermelhas um pouco mais escuras, para me livrar do tom laranja, mas passadas umas 3 lavagens o tom vermelho desvanecia e lá vinha o laranja de novo pese embora não tão claro. Agora estava ruiva, laranjinha em vez de pêssego.

Ok, consigo viver com isso, pensei eu.

Mas eu queria vermelho fogo... Então fui de novo à Carlos Santos onde expliquei a minha situação à moça que me atendeu (apanho sempre uma diferente lá e têm sido todas muito prestáveis e pacientes comigo e com o meu "trial and error") e perguntei-lhe sobre coloração directa e se ela achava que isso iria resultar no meu caso e no meu historial de cabelo.

Ela mostrou-me uma chart com as cores que cortam os tons que não queremos, algo bastante útil e que me teria dado jeito ver logo desde o início das minhas invenções DIY.

Depois falou-me dumas máscaras de cor que se aplicadas em cabelo descolorado o efeito fica tal e qual a cor da caixa, mas como o meu tom estava mais para o ruivo e eu tinha aclarado há pouco tempo talvez resultasse. Levei então um tubo para casa, da Revlon. Custou-me uns 8euros e qualquer coisa já com o desconto do cartão privilégio e dá para pelo menos 4 utilizações se não der pra mais porque o meu cabelo é curtinho. A coisa fica assim a uns 2euros e pouco por mês e não tenho de acrescentar oxidante nem nada. É só lavar o cabelo e utilizar aquilo como máscara durante 3-5 minutos em cabelo enxuto e enxaguar até a água sair límpida. Ah, que maravilha... Quando apliquei essa máscara da Revlon o meu cabelo ficou vermelho fogo, meninas!


Agora a questão que se devem estar a perguntar: em quantas lavagens essa máscara desapareceu e como ficou?

A moça da loja tinha-me dito que ia desvanecendo mas que não saíria completamente por isso podia ser que continuasse o tom avermelhado mesmo depois de um mês.

Nope!

Depois de uma lavagem o tom começou a logo a desvanecer e à 2ª lavagem notei algumas manchas, fiquei com o cabelo vermelho fogo nuns sítios e acobreado noutros.

Esta coisa de usar máscaras aplicadas rapidamente e onde só se tem de deixar uns 3-5 minutos tem que se lhe diga.

Agora não sei é:

1. se este resultado foi devido a talvez não ter espalhado bem a máscara como pensava ter feito, pese embora que no início não existiam manchas algumas por isso acho que não foi esse o caso, mas ainda assim coloco essa hipótese;
2. se foi simplesmente o desvanecer da máscara que ocorreu aos bocados (que, segundo me disseram na Carlos Santos, mais tarde pode ter realmente ter sido isso a acontecer se o meu cabelo tiver porosidade, coisa que se trata tendo mais calma com a frequência das pinturas).

Lavei de novo e já quase não se via vermelho fogo algum. Esperei 2 semanas e pintei de novo com um vermelho da Karisa que ainda tinha aqui em casa, para ficar tudo uniforme e desisti da máscara... Por enquanto!

Passado um mês e pico houve outra promoção na Carlos Santos (e eu não lhes resisto), desta vez com as tintas da própria marca e uma dose pequena de oxidante. Ficava mesmo em conta (cerca de 3 euros se não me engano, por 60ml de tinta e 70ml de oxidante) por isso optei por um tom vermelho escuro e misturei com a minha tinta vermelha clara.

Calhou que no dia em que fiz isso a Marta da Essenciais também ia pintar o dela em casa e então fizemos uma “corrida” em casa de cada uma e online a ver quem acabava primeiro e mostrava fotos. Ficámos empatadas, mas como ela ainda se maquilhou para as fotos e eu não ela foi a mais rápida. Vá, desta vez. <.<

As fotos e as informações que se seguem são dessa corrida, que fui postando no facebook está agora a fazer um mês:


 Antes: cabelo loiro acobreado vermelho irisado já com uma raíz considerável e notável devido ao uso de descolorante há uns 4 ou 5 meses (talvez 6? Já nem sei...).

  Elementos necessários: Luvas, trincha, pente e a tinta já misturada com o oxidante.
Preparação: Mistura de 20ml de "louro acobreado vermelho intenso" (88.46) da Karisa e 30ml de "louro escuro vermelho intenso" (66.66) da Carlos Santos com 55ml de oxidante vol 30.


 Aplicação: em cabelo penteado e dividido em 3 partes: 15 minutos.
   

 Tempo de tinta após aplicação: 30 minutos.


Estado do cabelo depois de o secar: Ficou um pouco mais escuro e mais ruivo, e já não se nota tanto a diferença entre a raíz e o resto do cabelo.


 Isto era o que eu queria obter. Yay!


Da próxima vez que pintar vou fazer essa mistura de tintas de novo mas com o oxidante de vol.8 com que fiquei com essa tal promoção, para ver se escureço um pouco mais o tom, dado que a seguir a isso terei apenas o oxidante a volume 30 e a tinta vermelha super clara. Desse modo espero manter um tom giro ruivo e não loiro, até ao fim Verão, assim como disfarçar a diferença entre a raíz, que já tem uns bons 5-6cm, e o resto do cabelo que foi descolorado há uns meses.

Em Agosto já as tintas terão acabado e o cabelo terá crescido o suficiente (ele cresce muito rápido) para que possa tentar outra descoloração sem o estragar e... a ver vamos se desta vez me aventuro num cor de rosa ou roxo!

A minha mãe vai cair pró lado quando vir. Hehehe. E a minha cabeleireira, se correr mal, vai gozar comigo. xD


--
O que me vale é que gosto de usar o cabelo curto (ainda hoje o cortei e não foi pouco) e ele cresce rápido pelo que daqui a nada só as pontas terão sido tocadas pelo descolorante e aí poderei tentar de novo, dessa vez com menos asneiras... Esperemos!
Tentar, tentar, até conseguir o que quero! A verdadeira Odisseia capilar (obrigada pela ideia, meninas que comentaram entretanto, ainda sai rubrica disto e se sair vou usar essa expressão)! :D


Edit pós-publicação: Num comentário a este post linkado no Facebook a Cláudia Gama Mariano informou-me que o desvanecimento da máscara da Revlon (a nutricolor creme) se dá numa semana. E ainda que uma vez que o meu cabelo foi descolorado ele "cospe" mais facilmente a cor que lhe dou. Tenho de lhe dar uma babete agora, já viram isto? Ai...



Também podes gostar de:

24 comentários

  1. Eu tenho o cabelo castanho e quando pintei de vermelho ficou lindo!
    O problema foi depois... A tinta começou a sair e a ficar um castanho estranho. Já pintei várias vezes por cima mas aquela cor ranhosa fica sempre :(
    Agora optei por deixar a minha cor natural : Castanho com milhões de tons!!!
    (o meu namorado chama-me louca quando pinto o cabelo pois diz que tenho uma cor de meter inveja a muita gente :3)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hehehe. A cada qual o seu gosto. A mim também me invejavam a cor castanho-praticamente-preto, assim como continuam a invejar o volume do meu cabelo (que odeio e sempre que vou ao salão é para o desbastar, grrr, o dinheiro que gasto só por causa disso! ugh), mas cada qual tem os seus gostos e depois é como aquela coisa da relva do vizinho ser mais verde... ;)

      Eliminar
  2. que odisseia! mas acho curioso porque há uma blpgger que diz que mantém o cabelo vermelho fogo so com essas máscaras e champoos proprios... mas ela tem o cabelp naturalmente castanho, não quase preto =P

    xoxo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois. Quem me dera ter o cabelo naturalmente mais claro, não precisava de descolorar para ter uma cor "fogosa". xD

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Opá, vou passar a usar esse termo como rubrica para quando falo do meu cabelo. xD

      Eliminar
  4. Eu em tempos cheguei a pintar o cabelo e quando o fazia usava ou o preto ou o vermelho acobreado, para ter uma cor mais uniforme uma vez que o meu cabelo é castanho com diversos tons, desde partes mais escuras a partes quase loiras....
    Depois passei a usar tinta tom sobre tom, até voltar ao meu tom normal e agora já à cerca de 4 anos que não o pinto....

    Mas gostei do resultado do teu cabelo, e fico a aguardar novas aventuras ;)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ena, quase loiras? Isso deve dar um efeito giro ao pintar de vermelho, um efeito natural das nuances e assim que a malta faz. :D Não?

      Conhecendo-me como conheço, daqui a uns meses vem mais odisseia capilar! :D

      Eliminar
  5. Fogo deu uma trabalheira! :) Mas o cabelo ficou fixe.

    ResponderEliminar
  6. wooo! Que aventura e que coragem! Mas ficou muito bem!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hehe. Eu sempre fiz coisas malucas com o cabelo, este era o próximo passo, inevitável. xD

      Obgada!

      Eliminar
  7. Ahah, tb passei por isso e de vez em quando ainda faço asneiras no cabelo :-P essas máscaras duram prai umas 3 lavagens e também já manchei o cabelo por não aplicar uniforme... Mas continuo a usar e adoro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu entretanto estive a ver no teu blog e a minha é diferente da tua. Ou pelo menos a embalagem. Mas vou tentar aquela outra de que falaste no teu blog. ^_^

      Eliminar
  8. (se mudares de marca e quiseres manter o vermelho, escolhe sempre tintas com terminação .6 e .66 (vermelho intenso). A outra tinta que escolheste que deixou o cabelo laranja, provavelmente tinha um 4 ou 5 depois do ".") o mostruário das cores engana um bocado, às vezes eh melhor seguir pelos números, cada número tem uma cor associada :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eia! Obrigada pela dica! :D E comentários! :*

      Eliminar
    2. De nada ^^ Olha se ajudar, tens aqui umas imagem que tem a indicação de cada número da tina e respectiva cor (isto relativamente ao reflexo, que é o numero que vem depois do ponto):
      http://1.bp.blogspot.com/-glJhUr7YSLY/UG3hxCkRjqI/AAAAAAAABQI/Ba3YzuRJB8g/s320/colorimetria.jpg
      Esta imagem é sobre aquele número que vem antes do ponto, que diz respeito ao quão clara ou escura será a tinta:
      http://4.bp.blogspot.com/-b2nnJShIhN4/Ue3Ba0lboEI/AAAAAAAAHf8/8C6ssBZvh1M/s1600/fundo+de+clareamento.jpg

      Eu se soubesse isto no ano passado, tinha poupado muita asneira no meu cabelo :(

      Eliminar
    3. A outra (que ainda uso pois é a tal que comprei na promo de 50%) era um 88.46 Realmente lá tinha o 4, tinha.

      Essas imagens são muito úteis! Obrigada! :D

      Eliminar
  9. Respostas
    1. No início foi, mas se seguires o resto da Odisseia vês que entretanto lhe apanhei o jeito (e o gosto) e já nada me stressa muito. :D

      Eliminar
  10. Estou com o cabelo preto neste momento passei de ruivi para preto e já me arrependi, quero o meu vermelho putra vez snif snif snif

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu tenho saudades de o ter cinza, e rosa bébé... Mas ainda hei-de tê-lo azul e verde! xD

      Eliminar

Muito obrigada pelo comentário! Tentarei responder em breve se houver alguma questão premente. ^-^

Beijinhos,
Pirralha